Cidades:

Destaques, Rondonópolis



Publicado em 18 de junho de 2013 - 8:44h | por Jeyson Nascimento

Motorista da Transcal comete várias infrações e prejudica quatro bairros

Além de entrar na contramão o motorista da Transcal não respeitou a placa de sinalização. Foto: Ricardo Costa/ AGORA MT

Além de entrar na contramão o motorista da Transcal não respeitou a placa de sinalização. Foto: Ricardo Costa/ AGORA MT

Na madrugada desta terça-feira (18) um motorista da Transcal efetuou uma manobra indevida na Avenida Daniel Clemente, próximo ao viaduto, arrancou quatro postes e deixou quatro bairros sem energia elétrica, na região da Vila Rosely.

De acordo com o secretário de Trânsito e Transporte, Argemiro Ferreira, o motorista saiu da Rua Goiás, entrou na contramão na Avenida Daniel Clemente para pegar um contorno, também na contra mão, e seguiria para o Distrito Industrial, porém o veículo ficou preso nos cabos de energia e derrubou quatro postes, um transformador e alguns padrões energia de residenciais.

O Motorista da Transcal não derrubou quatro, um transformador e alguns padrões energia de residenciais. Foto: Ricardo Costa/ AGORA MT

O Motorista da Transcal não derrubou quatro, um transformador e alguns padrões energia de residenciais. Foto: Ricardo Costa/ AGORA MT

O secretário observou que o motorista da Transcal cometeu várias infrações, primeiro não obedeceu a placa de sinalização, causou danos ao patrimônio publico e residencial, trafegou e tentou efetuar um contorno na contramão, além de transitar em lugar não permitido.

Argemiro defende que não há falta de informação e sinalização, o que ocorre é uma total falta de respeito dos motoristas que tentam se aproveitar da oportunidade para cometer infrações.

Zenilde Vieria, presidente da Vila Romana, afirmou que infelizmente deste a liberação das alças do viaduto se tornaram mais intensas essas práticas indevidas, principalmente pelos motoristas das Transcal que não respeitam as Leis de Trânsito. A moradora relata que semana passada os ônibus ficaram impedidos de entrar no bairro em razão de vários caminhões estarem parados dos dois lados na rua do itinerário do transporte coletivo.

O motorista e o representante da Transcal não quiseram se pronunciar sobre o fato e as declarações dos moradores. A empresa será responsabilizada pelos danos causados.

7 comentários

Deixe seu comentário

Rádio AgoraMT