O caos no trânsito de Rondonópolis foi uma das pautas debatidas na Sessão da Câmara Municipal nesta quarta-feira (18/05). O presidente da Casa de Leis, vereador Ananias Filho (PR), de posse de informações do 5º Batalhão de Polícia Militar, reforçou a importância de trabalho mais intenso de fiscalização nas vias urbanas da cidade.

Consta no ofício da PM que quase todos os acidentes são resultados de imperícia, imprudência e negligência por parte dos condutores dos veículos. Os dados apontam ainda que, no primeiro trimestre de 2011, o SAMU atendeu mais de 1.000 pessoas, houve 52 mortes e oito de 10 leitos ocupados nas emergências dos hospitais são oriundos de acidentes nas vias urbanas.

Leia também:  Esquadrilha da fumaça faz show aéreo em Rondonópolis

O número de ocorrências registradas pelo Corpo de Bombeiros, de janeiro a março, no município é superior ao das cidades de Cuiabá e Várzea Grande, chegando a 2.011 atendimentos. Outro fator observado no ofício é referente frota de veículos, que ultrapassa 140 mil carros, segundo o levantamento do 2ª Ciretran, tendo em vista que a população é de 196 mil habitantes, sendo 137 mil com idade para dirigir.

Na tribuna, Ananias cobrou a redução urgente desses índices e apontou a necessidade de intensificar as ações de vigilância no trânsito do município. “A população precisa ser mais cautelosa. Existem muitas pessoas boas, mas em contra partida há outras tantas que são irresponsáveis e para isso é importante a atuação da polícia para executar a lei, Sou plenamente a favor de blitz”.

Leia também:  Mostra Kasa e Construção 2017 será realizada nos dias 25, 26 e 27 em Rondonópolis

O vereador Lourisvaldo Manoel de Oliveira, Fulô (PMDB), reforçou a necessidade de intensificar as blitzes na cidade. “Tem que ser feito algo para diminuir o número das pessoas que estão na ilegalidade. E quem está correto não há com que se preocupar”.

Apesar de contrário a proposta de blitz, o vereador João Gomes (PR) propôs a aplicação de mais recursos e investimentos em tecnologia para coibir as infrações na cidade.
O comandante do 5º BPM, Odair Pereira de Moura, presente a sessão, afirmou que um dos papéis da polícia é fiscalizar o trânsito e por esse motivo vai intensificar a autuação nas vias urbanas. “Os dados do trânsito na cidade são alarmantes. e percebesse que tem matado mais que o crime de homicídio e isso não podemos aceitar”, declarou Moura, que convidou a população a acompanhar os trabalhos do Samu, Corpo de Bombeiros e da PM em relação aos índices apresentados no relatório. Além da PM, assim o documento o Corpo de Bombeiros e membros de Lojas Maçônicas.

Leia também:  Inscrições para expositores já estão abertas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.