Hoje (14.06) é comemorado o Dia Mundial do Doador Voluntário de Sangue, a data é motivo de festa na Unidade de Coleta de Transfusão do Hospital Regional, que atende o 18 municípios na região sul do Estado

Eslany Morais de Carvalho, coordenadora do departamento de hemoterapia do HR, disse que doar sangue é um gesto de solidariedade, pois salva vidas. “É comprovado que não existe produto sintético ou algum outro material que possa substituir o sangue, por isso é imprescindível que as pessoas tenham o costume de doá-lo regularmente, para socorrer as vítimas de acidentes ou paciente que desenvolveram alguma doença que precise de reposição regularmente”.

Leia também:  Prefeitura e ACIR abrem diálogo sobre o desenvolvimento da cidade

A coordenadora explicou que as pessoas estão mais conscientes da importância da atitude e principalmente informadas quanto aos mitos de que doa sangue vicia, emagrece ou engorda, faz mal a saúde, afina ou engrossa e que transmite doenças. “As lendas estão se desfazendo, temos todos os cuidados, todo o material é descartável. Doar sangue não faz mal e salva vidas”.

A unidade de coleta atende de segunda a sexta-feira das 7 às 18h30, onde são atendidas em média 30 pessoas por dia. O processo dura no máximo 40 minutos e cada doação pode resultar em quatro hemocomponentes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.