Elivelton Muuler da Ailva, mais conhecido pelo apelido de ‘Elisbeiço’, preso pela Polícia Militar na semana passada foi transferido da Cadeia Pública de Rondonópolis para outra cidade. A transferência se deu para evitar que ele fosse morto na noite de hoje (20/06).

De acordo com as primeiras informações, ele estava sendo ameaçado de morte dentro daquela unidade prisional. No início da noite de hoje (20/06), ainda segundo a polícia houve um princípio de tumulto quando alguns reeducandos da Penitenciária Eldo de Sá Correa, a Mata Grande, ameaçaram de fato cumprir com a promessa.

Elivelton foi preso acusado de cometer três homicídios em Rondonópolis entre os anos de 2010 e 2011. Um dos crimes teria sido praticado no dia 19 de julho do ano passado em frente a uma casa noturna no centro da cidade, quando uma pessoa foi morta e várias ficaram feridas.

Leia também:  Criança morre após ser estuprada por padrasto

Já na noite da sexta-feira Santa, de acordo com a acusação da polícia, Elivelton teria assassinado a tiros André Luiz. Crime ocorrido no Cais do Porto. E o último crime cuja autoria teria sido atribuída à ele ocorreu na frente do antigo aeroporto.Naquele dia foi morto com 8 tiros de pistola,o jovem Ricardo de 19 anos de idade.

Segundo informações obtidas pela equipe de reportagem do site AGORAMT,quando foi descoberto o ‘esquema’ para matar Elivelton na noite de hoje (20) dentro da Mata Grande,foi chamado o esquadrão de elite da Polícia Militar que teria impedido o crime.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.