O governador do Estado, Silval Barbosa recebeu nessa quarta-feira no Palácio
Paiaguás, em Cuiabá, uma comitiva de produtores rurais da Região Sul do Estado
juntamente ao prefeito de Paranatinga, Vilson Pires e vereadores do município, que cobram a pavimentação da MT 130 que liga a cidade até a comunidade de Santiago do Norte, em um entroncamento com a BR-242, próximo ao futuro terminal da Ferrovia do Centro-Oeste (FICO). A reunião foi agendada pelo deputado estadual, Ondanir
Bortolini –Nininho.

Segundo o parlamentar, na audiência foi debatida a possibilidade de firmarem um
convênio entre o Governo do Estado, produtores e o município para a pavimentação dos 156 quilômetros da MT, que leva aos trilhos da Ferrovia do Centro Oeste. “O prefeito e os produtores irão elaborar uma proposta ao governador, que será apresentada dentro de 15 dias. Pela sinalização de Silval, o investimento será realizado pela modalidade de parceria entre iniciativa privada e pública”, destacou.

Leia também:  Projeto de Zaeli que oferece certidão online ao cidadão é sancionado pelo prefeito

O deputado federal, Wellington Fagundes, o estadual Zeca Viana e empresários do
agronegócio participaram da reunião requerendo a pavimentação. Nininho falou da
importância dessa pavimentação, pois o presidente da Engenharia Construções e
Ferrovias (Valec), José Francisco das Neves – o Juquinha confirmou a extensão dos
trilhos da FICO a Lucas do Rio Verde, passando por Paranatinga.

A intenção é que até o mês de julho o avanço dos trilhos esteja licitado, conforme o resultado de uma reunião promovida no mês passado em Brasília entre o presidente da Valec, deputado Nininho e a comitiva de empresários, além do deputado federal, Wellington Fagundes e do senador, Blairo Maggi.

A FICO será mais uma alternativa de modal para escoamento da produção da Região para o exterior, uma vez que essa ferrovia tem acesso ao porto de Itaqui, no Maranhão, diferente da ALL ligada ao porto de Santos, em São Paulo. “Essa rodovia levará aos trilhos da nova ferrovia, que será essencial para diversificar a utilização de outros portos, porque usará o de Itaqui, no Maranhão. Evita a superlotação em Santos”, alertou.

Leia também:  Vereador é condenado pelo TCE a pagar multa por diárias irregulares

De acordo com o presidente da Associação de Produtores, Luiz Martelli a Região de
Paranatinga é grande pólo agropecuário e necessita da pavimentação para transporte da produção. O prefeito do município ressalta que a MT 130 corta o Estado pela região central. “Será muito importante para levar a produção até os trilhos”, falou ele.

Também participaram da audiência os empresários Luiz Martelli; Villymar da Botuverá; Nelson Vigollo, da Bom Jesus; Caçula do Grupo Macuco; Ênio Serafini, da Agroer; e, o empresário Ademir Dagnani.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.