Luxemburgo comanda treinamento no Ninho do Urubu (Foto: Maurício Val / VIPCOMM)

Vanderlei Luxemburgo comentou nesta sexta-feira o caso Ronaldinho Gaúcho. Nos últimos dias, o camisa 10 foi alvo de críticas por conta das fracas atuações e dos excessos nas noites cariocas. O técnico admitiu que os fatos divulgados pela imprensa sobre o jogador são concretos, afirmou que em outras épocas já teria chutado o balde e disse entender as cobranças feitas pela torcida. O técnico revelou que Ronaldinho viveu uma situação diferente nos últimos dias.

Pela experiência, tratei o assunto com mais calma. Antigamente já teria chutado o balde de outra forma… Discutimos nosso trabalho internamente. Já tomei muitas decisões duras. Os fatos divulgados pela imprensa são concretos. Não são factóides – afirmou o técnico rubro-negro.

Leia também:  Ronaldo é ovacionado pela torcida do Real ao participar de jogo de lendas

Luxa lembrou o episódio que aconteceu em 1995, quando entrou em colisão com Romário e deixou o clube.

Na minha discussão com Romário acabou que eu saí do clube. Todo mundo bancava o Romário, diziam que ele era fantástico, que ia para noite e no dia seguinte resolvia. As mesmas pessoas que defendiam o jogador naquela época hoje criticam o Ronaldo.

O treinador rubro-negro comentou a presença de alguns integrantes de torcida organizadas no Ninho do Urubu na última terça-feira. Os torcedores não tiveram os pedidos para conversar com jogadores e comissão técnica atendidos.

Não vejo problema em conversar civilizadamente numa sala. Mas o CT é nosso local de treinamento.

Segundo o técnico, Ronaldinho viveu uma semana diferente, sob pressão.

Leia também:  Comissão define arbitragem para semifinal em Sinop

É normal que ele fique mais retraído, mas nos últimos treinos ele já demonstrou estar bem. Ele é um cara consagrado, levou uma porção de pancada durante a semana e talvez não estivesse acostumado a isso.

Percentual de gordura tem redução

Vanderlei, inclusive, defendeu o camisa 10.

Contra o Botafogo, ele correu e lutou como os demais jogadores. Achei uma injustiça, pois as vaias no jogo contra o Botafogo foram pelas coisas que aconteceram durante a semana. Não tirei o jogador para que ele fosse vaiado ou criasse qualquer situação. Tirei porque achei necessário – explicou o técnico.
saiba mais

Patricia, sobre Ronaldinho: ‘Temos de nos preocupar. Pagamos caro’

Segundo o treinador, nesta quinta-feira foi medido o percentual de gordura de Ronaldinho. E o resultado agradou.

Leia também:  Cuiabá Arsenal confronta Luverdense amanhã

Ele diminuiu ainda mais. Estava com 9%, ou mais um pouquinho. A motivação para ele alcançar os objetivos tem que partir do próprio Ronaldo.

Ronaldinho Gaúcho estará novamente no centro das atenções neste sábado, quando o Flamengo enfrentará o Atlético-MG, às 18h30m, no Engenhão.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.