FOTO: VARLEI CORDOVA- AGORA MT

Os deputados estaduais aprovaram novos reajustes de tabelas salariais para duas categorias, a da Polícia Técnica – Politec e dos servidores do Instituto de Terras de Mato Grosso – Intermat, na manhã de hoje. “Esta é uma demonstração de que o Governo não fechou a porta para o diálogo e dentro do possível vai atender a todas as carreiras”, disse o líder do Governo, Romoaldo Júnior.

Nos próximos dias será a vez das Polícias Militar e Judiciária Civil, dos servidores da pasta de Meio Ambiente e do Detran. “A intenção do governo Silval Barbosa não é criar classe de excluídos e de privilegiados e sim reverter essa situação criada no passado, quando algumas categorias tiveram mais reajustes do que as outras, por isso a política única de reposição das perdas salariais de 6,47% referente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC para todos e as discussões diferenciadas por tabelas salariais”, frisou.

Leia também:  Bruna Viola vence Grammy Latino 2017 com álbum "Melodias do Sertão"

O líder do Governo reafirmou que todos os esforços estão no sentido de melhorar a situação do funcionalismo público de uma maneira em geral, mas sem comprometer o equilíbrio fiscal e lembrou que hoje estava sendo pago o salário do mês de junho, porque as contas públicas estão em ordem e o funcionalismo é prioridade em Mato Grosso.

Romoaldo Júnior negou as insinuações de que apenas uma ou outra categoria de servidores teriam aumento e se limitou a dizer que em detrimento do respeito com que o governo atende a determinados setores, aqueles que estiverem paralisados, vão ter suas pautas discutidas depois daqueles que mesmo sem a correção nas tabelas continuaram a trabalhar dando um voto de confiança para o Executivo Estadual.

Leia também:  Governo atrasa salário de inativos e aposentados cobram posição da Justiça

O deputado Mauro Savi (PR) sinalizou que no dia 05, terça-feira, às 11 horas acontecerá uma reunião na presidência da Assembleia com os representantes dos servidores do Departamento da Trânsito do Estado – Detran e com a equipe econômica do Governo do Estado para definir a tabela salarial do órgão e enalteceu o fato dos próprios servidores manterem 30% do efetivo trabalhando para que o órgão não deixe de atender a população, já que o Detran é uma instituição que mais presta serviços a comunidade.

O presidente do Detran, Teodoro Lopes, sinalizou que as conversações são boas e que existe boa vontade de ambos os lados para um negociação sem atropelos e dentro da realidade financeira do departamento e que dentro do possível as solicitações serão atendidas respeitando a situação financeira e a capacidade de endividamento, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF. “Os números serão colocadas para a categoria e as discussões podem avançar para agora e para o futuro”, disse o presidente do Detran.

Leia também:  1º Velo Cross acontece em setembro em Poxoréu
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.