FOTO INTERNET

O auditório da Prefeitura Municipal foi palco de uma apresentação sobre o ‘Plano Brasil Sem Miséria’, programa do Governo Federal que tem por objetivo elevar a renda e as condições de bem-estar da população. Apresentação ocorreu na tarde de segunda-feira (25) e contou com a presença de diversas autoridades ligadas a rede de proteção social básica e especial, além de representantes de instituições e entidades que atuam como parceiros nos trabalhos desenvolvidos pela secretaria.

Segundo a secretária de Promoção e Assistência Social de Rondonópolis, Neuma de Morais, as famílias extremamente pobres que ainda não são atendidas pelos programas sociais de inclusão oferecidos pelo poder público, serão localizadas e incluídas de forma integrada nos mais diversos programas de acordo com as suas necessidades.

Em Rondonópolis, o mapa da pobreza estima que 12 mil famílias estejam em situação de vulnerabilidade. O Plano Municipal está voltado para o aumento das capacidades e oportunidades, atuando em três eixos: garantia de renda, acesso a serviços públicos e inclusão produtiva.

A responsável pelo programa em Rondonópolis, Patrícia Pimentel Lopes, destaca algumas das diretrizes do plano. “A atuação integrada dos órgãos da administração pública, em articulação com as demais organizações e a sociedade civil, promovendo sinergias para que os serviços ofertados e as oportunidades geradas atinjam o público”.

Patrícia acrescenta que a universalização dos direitos sociais com garantia de acesso à população em situação de extrema pobreza é de suma importância para garantir o respeito à diversidade geracional de gênero, raça, etnia e cultura.

Entre os objetivos discutidos no encontro está à promoção da inclusão social e produtiva da população extremamente pobre, tornando residual o percentual dos que vivem abaixo da linha de extrema pobreza. “É preciso ainda elevar a renda per capita destas famílias e ampliar o acesso a oportunidades de ocupação e renda através de ações de inclusão produtiva nos meios urbano e rural”, conclui a secretária Neuma de Morais.

 

COMPARTILHAR

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.