Foto: assessoria

As 44 agências municipais de trânsito que são vinculadas às prefeituras e 64 Ciretrans espalhadas por Mato Grosso poderão ser expedir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) caso uma indicação ao proposta ao governo seja atendida. Neste caso, não seria necessário o deslocamento até Cuiabá para atendimento diretamente na sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Para o presidente da autarquia, Teodoro Moreira Lopes, esse novo processo de expedição de carteiras proporcionará um ganho significativo tanto para o cidadão quanto para a agência municipal. Segundo ele, no interior de Mato Grosso os processos são expedidos via Ciretran o que tem causado transtorno ao cidadão que tem de sair do seu município de origem para outro para fazer a CNH. Lopes afirmou ainda que a partir do momento que o governo do Estado autorizar a expedição pela agência municipal, o Detran vai preparar o sistema de informática e os servidores para tratar desses processos, evitando prejuízos à população.

Leia também:  Ministros participam de inauguração na Santa Casa

Em sua justificativa, o deputado Sérgio Ricardo (PR) que apresentou indicação ao governo disse que isso vai facilitar a aquisição da carteira de motorista, delegando a competência às agências municipal e oferecer um serviço de qualidade sem a necessidade do cidadão se deslocar do seu município até a capital.

Aquele município que deseja ter uma unidade da agência municipal de trânsito é necessário preencher alguns requisitos como, por exemplo, estrutura física, servidores capacitados para atendimento e, consequentemente, remuneração compatível aos de outras agências municipais e o sistema de informática em funcionamento, pois este tem sido um dos entraves para por em funcionamento algumas agencias no interior. (Com Thiara Raquel) W.S

Leia também:  Mortes envolvendo motociclistas teve queda de 67% nas BRs-163 e 364
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.