Shaun Curry/AFP Amy morreu no último sábado aos 27 anos, mas ainda não se sabe a causa da morte

Apesar das especulações em torno da morte de Amy Winehouse, apenas a autópsia vai dizer o que aconteceu. O exame estava marcado para este domingo (24), mas foi adiado, segundo informações da TV americana CNN, e não deve sair antes de segunda-feira (25). A cantora morreu no último sábado em seu apartamento em Londres.

A polícia britânica afasta qualquer tipo de especulação sobre as circunstâncias da morte da cantora. Em comunicado oficial, a Polícia Metropolitana de Londres destacou que “a investigação sobre as circunstâncias da morte prosseguem”.

O superintendente Raj Kohli disse estar “ciente das informações que sugerem overdose de droga”, mas afastou boatos.

– É impróprio especular sobre a causa da morte.

Leia também:  Ataque terrorista em cassino nas Filipinas deixa mais de 50 feridos e 35 mortos

Mesmo assim, tablóides ingleses afirmam que Amy teria morrido de overdose. De acordo com o jornal Daily Mirror, amigos dizem que ela tinha “apertado o botão de autodestruição” nos últimos dias. Eles acreditam que ela tenha ingerido uma pílula “estragada” de êxtase combinada a grandes quantidades de álcool.

Amy foi encontrada morta em seu apartamento em Londres. Uma ambulância foi chamada por volta das 16h05 (horário local) para socorrê-la em seu flat.

O endereço de Amy virou ponto de homenagens dos fãs, que deixam flores e bilhetes no local.

Além da voz poderosa, a cantora ficou marcada pelos escândalos. A imagem de uma Amy desgrenhada, com maquiagem borrada e estado deplorável se eternizou em capas de revistas e de tabloides. No mês passado, ela cancelou turnê na Europa após ser vaiada em apresentação desastrosa na Sérvia.

Leia também:  O Rico e Lázaro | Asher é escolhido por Sammu-Ramat para se deitar com Kassaia

O primeiro disco de Amy, Frank, foi lançado em 2003. Três anos depois, ela estourou com o álbum Back to Black, com hits como Rehab, Back to Black e You Know I’m No Good.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.