Dados

Adriangelo Magalhães, coordenador do SAMU. Foto Ronaldo Teixeira/ AgoraMT

do Corpo de Bombeiros apontam que 84,23% das ligações recebidas no 193 correspondem a trotes.  São atendidas, em média, 9.294 ligação por mês, dessas chamadas 7.828 são falsas. O serviço essencial à população é prejudicado todos os dias por brincadeiras de mau gosto.

De acordo com o coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Adriangelo Magalhães, nos seis primeiros meses deste ano, o Corpo de Bombeiros recebeu 55.764 chamadas e os trotes correspondem a 46.968 ligações, e infelizmente em alguns casos o veículo do SAMU é enviado ao local para prestar um socorro que não existe. Em contra partida nesse período foram registrados 4.339 ocorrências, uma média diária de 24,1 atendimentos.

Leia também:  Prefeitura abre inscrições para eventos paralelos à Feciti

“Recebemos muitas ligações diariamente e a maioria delas são trotes, o que atrapalha o serviço dos bombeiros que poderiam atender uma pessoa que realmente precise de atendimento. Já ocorreu de deslocarmos uma viatura para atender uma chamada falsa e comprometer uma emergência, pois não temos tantos veículos disponíveis para atendimento”, disse Adriangelo que observou que a brincadeira pode evitar que alguma vida seja salva.

Na maioria das vezes os trotes são aplicados por crianças e adolescentes. A pessoa que pratica tal brincadeira comete crime e pode responder a processo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.