FOTO VARLEI CORDOVA - AGORA MT

Cerca de 500 famílias invadiram no sábado um terreno baldio, no bairro Pedra 90 por não terem para onde ir. As famílias como forma de “sensibilizar” o prefeito, José Carlos do Pátio (PMDB), batizaram a área como bairro Neuma de  Morais.

Os invasores se reunirão nesta tarde no meio da rua para organizar o movimento. Os coordenadores pediram a todos para que mantenham a harmonia e que não depredem a área até que seja tomada

FOTO VARLEI CORDOVA - AGORA MT

alguma decisão por parte do município.

Um dos coordenadores do movimento, Guimar Rodrigues de Oliveira, afirmou que as famílias querem que a prefeitura doem os terrenos para a construção de casas. Ele falou que a decisão de invadir surgiu depois que a população descobriu que no local seria construído um residencial e que os moradores do Pedra 90 não seriam beneficiados.

Leia também:  Vereadores buscam articulações para conquistar vagas na Assembleia em 2018

Segundo Guimar o presidente da Câmara, Ananias Filho (PR), vai até o local para se reunir com as famílias, na manhã de terça-feira (5).

O gerente de habitação, Odair José Mendes de Araújo, alegou que a área invadida pelo movimento não pertence mais ao município. De acordo com o secretário a área foi adquirida pelo município em troca de imposto, mas que a proprietária da terra havia feito uma doação para uma família que na época não havia feito a documentação.

“Esta família ao querer regularizar a situação descobriu que a área era da prefeitura, então, procurou a justiça e pediu a reintegração de posse que foi concedida pelo juiz”, explica.

Odair comentou que como o terreno é particular o município não pode interferir em nada. O secretario alegou que compareceu no local e que a única medida que pode ser tomada é a inclusão do nome daquelas famílias no projeto de habitação desenvolvido pelo município, mas que eles não vão ter nenhum tipo de privilégio.

Leia também:  Justiça Federal manda cancelar decreto que aumenta combustível
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.