Foto: arquivo / AGORA MT

Os investigadores e escrivães da Polícia Judiciária Civil decidiram, na tarde de ontem, suspender a greve até segunda-feira (18), para que o governo monte uma proposta salarial que será analisada em reunião na sexta-feira (18), na Casa Civil do governo. De acordo com o sindicato, caso a proposta de aumento seja compatível, na terça (19), a categoria volta a se reunir na sede do sindicato, em Cuiabá, às 14h, para decidir se a greve, que iniciou no dia 1º de julho terá continuidade ou não.

Neste período, apenas 30% do efetivo de cada delegacia manteve os trabalhos para atender flagrantes e casos mais complexos. As investigações estão paradas. A categoria, informou, pede pela equiparação de salários com a dos peritos, que é de R$ 6 mil.

Leia também:  Mato Grosso | Número de roubos é 28% menor do que em 2016

Atualmente, investigadores e escrivães recebem R$ 2,3 mil em início de carreira. Mato Grosso, segundo dados do sindicato, conta com cerca de 2,1 mil investigadores.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.