O jornalista Auro Ida, que atuou no caderno de política de  A Gazeta, foi  assassinado por volta da meia-noite desta quinta-feira, no bairro Jardim Fortaleza, na Capital. Segundo informações preliminares da Polícia, ele estaria na casa de uma namorada quando um homem chegou de bicicleta, armado com uma pistola e fez vários disparos contra Auro. Ele foi atingido por 6 tiros e morreu no local. Auro Ida atuou ainda como Secretário de Comunicação na gestão do prefeito Roberto França Auad. Ainda não há informações sobre o horário e local do sepultamento.

Leia também:  Criança autista volta da escola com hematomas no corpo e polícia investiga o caso

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.