foto Varlei Cordova / Agora MT

Com enxadas, facões e bradando “Queremos o INCRA”, cerca de 200 pessoas do Assentamento 13 de outubro bloquearam a BR 163, próximo ao Frigorífico Mata Boi, reivindicando que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), cumpra a promessa e conseguia um local para que as 400 famílias possam morar.

O representante dos manifestantes, Wendel Giroto, informou que no início do ano os acampados foram retirados da região do Coronel Osvaldo, com a promessa do INCRA de providenciar uma terra para que pudessem morar, mas até o momento nada foi feito. Atualmente estão acampados em uma área vizinha a centro de tratamento de esgoto. “A revolta dos acampados é porque o INCRA não cumpriu a parte no acordo, além do fato que o local para onde fomos remanejados não possui a mínimo infraestrutura, sem falar no mau cheiro que é constante” declarou Giroto.

Leia também:  Justiça nega pedido para que governador pague salários até dia 10

Daniel Fernandes, um dos acampados, disse que não irão sair do local até algum representante do INCRA fazer um acordo com os manifestantes, ”leve o tempo que levar, vamos ficar aqui até recebermos uma solução”, disse o manifestante. Que recordou que o prefeito e o promotor de justiça se comprometeram em disponibilizar casa para os moradores.

Os policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF) explicaram que apesar dos nervos alterados de alguns motoristas a manifestação está tranquila e a pista deve ser liberada durante o horário de almoço e a noite.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.