Assim como o BBB 10, da TV Globo, o reality show A Fazenda 4 contará com um participante de uma edição anterior. A informação foi divulgada pelo diretor da atração da Record, Rodrigo Carelli, nesta segunda-feira (4), durante uma visita feita por jornalistas à sede do programa em Itu, interior de São Paulo. Ele, porém, não deu nenhuma dica de quem seria essa pessoa. O primeiro episódio vai ao ar no dia 19 de julho, com apresentação de Britto Jr.

Nos últimos dias, a imprensa especulou que o ex-participante seria o ator Théo Becker, que integrou a primeira temporada do programa. Na época do confinamento, Théo protagonizou diversos bate-bocas com os colegas da casa.

Leia também:  Rico e Lázaro | Daniel avisa Evil-Merodaque sobre a destruição da Babilônia

A gama de profissões entre os 15 participantes será maior nessa do que das versões passadas: cantores, apresentadores, atores. Segundo o diretor, a variedade nesta edição será grande.

Outra novidade desta edição está na quantidade e variedade de animais, cuja presença na casa determina tarefas a serem cumpridas pelos concorrentes ao prêmio de R$ 2 milhões. Além dos cavalos, ovelhas, vacas, galinhas e avestruzes já presentes nas últimas, duas lhamas e cabras também serão abrigadas na fazenda de Itu.

Ainda segundo o diretor, 10 provas para definir o fazendeiro da semana já estão fechadas, mas só apenas cerca de metade delas já foram testadas. A primeira festa temática será da marca de cerveja Itaipava e terá como cenário diversos bares, cada um ambientado como sendo de uma região do País.

Leia também:  Resumo de novelas desta sexta-feira (29)

A atração também já fechou seus patrocinadores. No total, são seis marcas: Ambev – com a Guaraná Antarctica -, a NET, a Cervejaria Petrópolis – que oferecerá a cerveja Itaipava, o energético TNT e a vodka Blue Spirit -, a Kia Motors, a Nestlé e a P&G. Cada cota nacional de patrocínio tem seu valor de tabela fixado em R$ 49, 228 milhões.

HD
A trasmissão da nova edição de A Fazenda será toda em alta definição. Para isso, as instalações precisaram passar por algumas adaptações e mudanças na padronagem. Paredes tiveram que ser repintadas e sofás e almofadas foram trocados, por exemplo. Foram gastos US$ 5 milhões a mais para adaptar os estúdios – locados na fazenda – à tecnologia. Ao todo, são US$ 15 milhões em equipamento.

Leia também:  Rico e Lázaro | Nabucodonosor retorna ao palácio e reconhece que o Deus dos hebreus é único
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.