Foto: arquivo / AGORA MT

Os diferentes setores da economia instalados em Rondonópolis proporcionaram, em junho, a geração de 204 novos empregos, resultado da variação entre 2.394 admissões e 2.190 demissões. O resultado foi o sexto melhor na relação dos municípios com mais de 30 mil habitantes no Estado, liderada por Cuiabá, com saldo de 708 empregados a mais.

A reportagem apurou no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) que a construção civil ficou com melhor resultado empregando 108 pessoas a mais. Em seguida aparece a agropecuária, com 89, prestação de serviços com 48 novos funcionários e extrativismo mineral, 3.

Por outro lado, outros dois setores admitiram mais. No comércio foram 30. Já na indústria de transformação, o resultado foi de 14 trabalhadores fora de suas funções. Ao todo, o resultado de junho é pouco menor ao de maio, que fechou com 263 contratados a mais.

Leia também:  Projeto para a biblioteca Manoel Severino fomenta debates sobre assuntos da atualidade

Outros municípios também geraram mais empregos no mês passado. Em Sinop, o saldo foi de 430 empregos a mais; Sorriso, com 64; Alta Floresta, com 168 contratados a mais; Lucas do Rio Verde, com saldo de 564 novos empregados e, Nova Mutum, com 693.

Já no Estado, foram gerados 9,8 mil empregos a mais, com destaque para a agropecuária. O resultado foi três vezes maior do que em maio, quando fechou em 3.626 novos postos de trabalho.

No acumulado do ano, Rondonópolis gerou 1.813 novos empregos, resultado de 15.838 admissões e 14.025 demissões.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.