O Código Brasileiro de Trânsito (CBT) proíbe que crianças menores de sete anos andem de motocicletas. Alguns rondonopolitanos andam desrespeitando a lei, colocando em risco a vida das crianças que ainda não tem força para se segurar em cima da moto.

Na maioria dos casos, os condutores transportam as crianças entre duas pessoas ou no colo de um passageiro adulto com o intuito de protegê-las. Situação que é bem comum se ver em ruas dos bairros de Rondonópolis.

O secretário de Trânsito, Rodrigo Lugli, explicou que o fato acontece, mas que é um ponto difícil de fiscalizar por acontecer em setores mais afastados do centro. “Quando é possível ver que a criança é menor de sete anos, o condutor é parado e punido com multa por descumprir a lei”, fala.

Rodrigo comentou que outro local que é bem comum ver infrações como essa são próximos as escolas. “Os pais precisam ter a consciência de que estão expondo os filhos a um perigo desnecessário, as crianças não tem força suficiente e noção do perigo para poder se defender no momento de um acidente.

As pessoas que forem pegas carregando crianças em motos estarão cometendo infração gravíssima com multa de R$ 191,54, e a perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além de complicações maiores como recolhimento da carteira e perda do direito de dirigir.
MÍRIAM TRENTO

COMPARTILHAR

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.