FOTO ARQUIVO AGORA MTOs agentes, auxiliares administrativos e assistentes técnicos protocolaram juntamente com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sispmur) em 1 de julho um documento pedindo uma audiência com o prefeito Zé Carlos do Pátio no prazo de dez dias. A categoria informou que o tempo determinado está acabando e que até o momento o prefeito não fez nenhum tipo de contato.

O assistente administrativo, Francisco Monteiro, explicou que a categoria vem tentando se reunir com o prefeito para falar sobre as reivindicações, mas que todas as vezes que houve o encontro entre as partes foi depois de muita pressão por parte da categoria.

“As poucas vezes que nos recebeu, o prefeito falou que para atender novas reivindicações a receita precisa alavancar, só que tem uma contradição ai porque a receita nunca deixou de crescer durante todos esses meses”, comenta.

Leia também:  Palco Móvel Emcena Brasil chega em Rondonópolis nos dias 19 e 20 de maio

As principais reivindicações dos servidores são a unificação das categorias, já que as três classes desempenham a mesma atividade, o que não justificaria a diferenciação de nomenclatura. Outro pedido é readequação salarial, pois a remuneração é diferenciada.

Segundo Francisco se não houver o encontro até o prazo determinado haverá uma nova assembleia para que a categoria defina o que se deve fazer em relação ao descaso do prefeito em lhes atender.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.