Fernando Alonso é homenageado pela Ferrari (Foto: Agência Getty Images)

Para Fernando Alonso, Sebastian Vettel não tem nada a temer. Apesar de o alemão ter ficado fora do pódio na última corrida e voltar a ser superado pelos rivais nos primeiros treinos livres do GP da Hungria, o espanhol acredita que o piloto da RBR não deve se preocupar.

– Depende de cada um. Não sei o que o Vettel tem agora na cabeça. Se eu fosse ele, não estaria nada nervoso. Só precisa ficar em quarto ou quinto até o fim do ano para ser campeão. Eu acredito que se tivesse um RBR e precisasse ficar em quarto ou quinto lugar até o fim do ano não estaria nada preocupado. Acredito que (Lewis) Hamilton também não estaria.

Leia também:  Federação realiza arbitral após desistências em série

Aniversariante do dia, Alonso afirmou que não espera nenhum presente especial para o GP da Hungria.

– Tenho tudo o que necessito e tudo o que quero ter. O que quero é que tudo siga tão bem quanto agora. Tenho 30 anos e garanto que, aos 35, vou seguir aqui, sentado, com Ferrari e logo veremos isso. Tenho que me sentir bem física e mentalmente para seguir o contrato depois de 2016. Se perceber que estou um pouco cansado ou que sinto que não vou render 100%, melhor ficar em casa.

O espanhol, que terminou as sessões desta sexta com o segundo tempo, afirmou que o dia foi bem produtivo para a Ferrari.

Leia também:  Diretoria do União deve apresentar equipe dia 14

– Temos de usar as boas conclusões para amanhã. Hoje, nós fizemos os típicos treinos de sexta-feira, com dados reveladores, como o grande desgaste dos pneus.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.