FOTO: INTERNET

O primeiro semestre deste ano teve crescimento de 6% no registro de consultas do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Rondonópolis em relação ao mesmo período do ano passado. O percentual está dentro da expectativa de crescimento, segundo o diretor de Serviços e Produtos da entidade, Maurício Pugas.

Segundo o banco de dados, no mesmo período houve aumento de 33,7% nas inclusões e também crescimento de 13% nas exclusões.

Os dados apontam para um aumento acentuado da inadimplência, ou seja, as pessoas estão comprando mas a venda para ser concretizada precisa ser totalmente paga o que não está ocorrendo.  “As pessoas estão comprando, mas em muitos casos não estão pagando”, avaliou Pugas.

Leia também:  Carreta carregada com algodão tomba e pega fogo na BR-364

Para ele, as lojas precisam adotar maior rigidez na hora de liberar o crédito e trabalhar para resgatar o dinheiro das parcelas que não estão sendo quitadas.

A expectativa para o segundo semestre é que haja queda na inadimplência em decorrência do término das parcelas feitas nas compras de final de ano. Nos últimos três meses, as inclusões ultrapassaram o patamar de 4 mil registros, sendo 4.247 em abril, maio 4.742 e junho 4.578.

No mês de junho houve 22,3% de aumento nas consultas do banco de dados do SPC. As inclusões ficaram 13,8% maiores e crescimento das exclusões em 13%.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.