O segundo suplente do senador Pedro Taques (PDT), Paulo Fiúza (PV), é o nome mais rejeitado junto a população de Sinop, para a disputa de prefeito nas eleições de 2012, isso foi o que revelou a pesquisa feita pelo o Instituto de Pesquisas Mark.

Empresário no município, Fiúza tem uma rejeição de 23,2% para prefeito. Sem nem mesmo morar em Rondonópolis, Paulo é muito conhecido na cidade, já que brigou na justiça para reaver a primeira suplência do senador, cargo ocupado pelo o Policial Rodoviário Federal, José Antônio Medeiros (PPS).

Há quem diga que se fosse feita uma pesquisa em Rondonópolis para avaliar, Taques e seus suplentes, Fiúza também seria o mais rejeitado, Medeiros só apareceria pelo fraco desempenho político e Taques lideraria, por nada ter feito até agora pela cidade, que lhe rendeu um grande número de votos.

Leia também:  Vai pro banheiro pra esquematizar
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.