Atenção especial às mulheres, esse foi o teor do discurso do vereador Hélio Pichioni (PR) durante a fala na tribuna livre da Sessão da Câmara, nesta quarta-feira (06/07). O parlamentar cobrou que o poder público providencie pelo menos um aparelho de mamógrafos, pois Rondonópolis não dispõe de nenhum aparelho na rede pública.

O vereador declarou que o Hospital Regional recebeu um aparelho, mas muito antigo e que não atenderá a demanda dos exames, para preencher o espaço deixado pelo único aparelho no município e que está quebrado. De acordo com Pichioni muitas mulheres têm realizado o procedimento em laboratórios particulares, mas nem todas têm condições de fazê-lo e aguardam pelo atendimento na rede pública e quando o município começar a realizar o exame, pode ser muito tarde.

Leia também:  Aula inaugural da Unemat em Rondonópolis acontece nesta segunda (4)

“Não podemos permanecer nessa situação, alguma coisa tem que ser feita com urgência, pois o câncer de mama tem feito muitas vítimas e a demora no diagnóstico pode contribuir com o aumento desses números”, pontuou o vereador e informou que em seis meses um nódulo pode crescer de 1 cm para 5 cm.

Pichioni informou que quando o mamógrafo funcionava as mulheres aguardavam cerca de três meses para serem atendidas e com o aparelho estragado não consegue mensurar quanto tempo será necessário para regularizar a fila e espera.

Na ocasião o vereador observou que se o Centro de Atendimento Integrado à Saúde da Mulher (CAISM), estivesse em funcionamento as mulheres teriam um atendimento mais direcionado e digno, mas o prédio está fechado a três anos a espera de equipamentos.

Leia também:  Deputados aprovam parcelamento obrigatório do seguro DPVAT

Parabéns

Durante a fala o vereador elogiou o trabalho realizado que pela ex-diretora do Hospital Regional, Rosana Zucato, e sua equipe, por terem administrado o HR com tanta dedicação, mesmo em situações de total caos que passava a instituição.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.