A 39ª Exposul bateu recorde de R$ 89,5 milhões em comercializações, enquanto que no ano passado foram R$ 63,8 milhões em vendas. É o maior número desde a primeira edição da feira, consolidando a Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial do Sul de Mato Grosso como uma das maiores feiras de negócios e entretenimento do país. De quinto lugar no ranking nacional, o presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis, Miguel Weber, espera subir de patamar. “Nós estamos aguardando os resultados de outras feiras que ocorrem pelo Brasil afora”, comentou.

 

Balanço apontou que a praça de alimentação, pequenos comércios, estacionamento, venda de passaportes e ingressos atingiram a marca de R$ 2,4 milhões nos oito dias do evento. Leilões de gados de corte, elite, leite, cavalos e ovinos resultaram em R$ 5,8 milhões. Incluindo a venda de máquinas agrícolas, caminhões, carros, implementos chegou-se ao resultado de R$ 89,5 milhões.

Leia também:  Acontece neste domingo (10) a 1ª Corrida da Independência

 

O bom momento do agronegócio é principal motivo pela bonança desta edição da Exposul. “O agronegócio vive seu melhor momento dos últimos 10 anos”, explicou Weber.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.