O apresentador do telejornal, Revista da Cidade, que vai ao ar diariamente na TV Rondon de Rondonópolis, Agnelo Corbelino (PP), enviou um e-mail a redação do AGORA MT, rebatendo as informações divulgadas na matéria “Ainda sem rumo, Agnelo vai se reunir com presidente nacional do PT”, clique aqui e leia a matéria.

Veja o e-mail:

Foi com surpresa e certo estranhamento que li neste conceituado site de notícias a reportagem ‘Ainda sem rumo, Agnelo vai se reunir com presidente nacional do PT’, assinada pelo repórter Douglas Rezende. Não sei de onde ele tirou as informações, mas, em respeito aos leitores e também ao Agora MT (do qual sou leitor habitual), gostaria de fazer algumas reparações.

Em nenhum momento fui procurado pelo repórter que assina a matéria. Ele também não tomou o cuidado de manter contato com o senhor Roberto Dorner (deputado federal e proprietário da TV Rondon) para checar as informações divulgadas em seu texto, atropelando uma norma básica do bom jornalismo.

Caso houvesse conversado comigo ou mesmo com o deputado Dorner, o caro repórter saberia que o senhor Roberto Dorner jamais fez qualquer imposição, muito menos de cunho político-partidário. Ao contrário, com o bom senso e espírito democrático característicos, Roberto Dorner já deixou claro, inclusive às lideranças partidárias, que temos liberdade total para definir nosso posicionamento político pessoal.

Se houvesse confiado menos em suas fontes mal-informadas e seguido o que ensina a ciência do Jornalismo, o repórter saberia também que são fantasiosas as conversas atribuídas a Dorner e o prefeito José Carlos do Pátio. Os dois conversaram sim, mas sobre temas mais relevantes e que são de interesse de todo o povo de Rondonópolis – como, por exemplo, a viabilização de investimentos federais no município.

Leia também:  Nortox volta atuar em Rondonópolis após decisão do Tribunal de Justiça de MT

Esclareço que não estou e jamais estive ‘sem rumo’. Converso com pessoas de todos os partidos porque sou um homem livre, não tenho ‘rabo preso’ com ninguém e, até por força de minha profissão, tenho a obrigação de estar bem informado – condição que não se obtém apenas ouvindo boatos maliciosos de fontes não identificadas.

Aliás, é no contexto acima que se insere o provável encontro que terei com o presidente nacional do PT, Rui Falcão. Ainda não há nada definido quanto a esse encontro, mas ele não é secreto e será divulgado assim que houver uma confirmação por parte do próprio PT – que sugeriu o diálogo.

Sobre uma eventual mudança de partido ou mesmo definição de candidaturas, solicito apenas que seja concedida a minha pessoa o mesmo tratamento adotado em relação aos outros candidatáveis. Estamos todos sob a tutela das Leis Eleitorais, que estabelecem um calendário próprio para esse tipo de definição. Antecipo apenas que, como em tudo o que faço, meus atos serão transparentes e de conhecimento público.

Reitero aqui meu apreço pelo site Agora MT e toda sua equipe, desejando que os esclarecimentos aqui expostos contribuam para melhorar a qualidade da informação e o nível de credibilidade que sempre destacaram este importante veículo de comunicação rondonopolitano.

Atenciosamente
Agnelo Corbelino.

NOTA DA EDITORIA

Leia também:  Estão abertas as inscrições para o curso pré-vestibular gratuito na Secitec

Segundo o e-mail enviado pelo apresentador a matéria precisaria de algumas reparações e atropelou uma norma básica do jornalismo ao não ouvir os citados na matéria. Apesar de concordar com as alegações de Agnelo Corbelino e respeitar o direito democrático de livre expressão, o site AGORA MT se sente na obrigação de sem fazer julgamento se houve ou não erro do jornalista Douglas Resende, sair em sua defesa.

Apesar de confiar plenamente no companheiro de profissão, Agnelo Corbelino, gostaríamos de proceder a defesa do jornalista Douglas Resende, comparando alguns pontos da matéria com o e-mail enviado por Agnelo, sendo:

O apresentador, afirma em seu e-mail desconhecer algumas informações apresentadas na matéria, mas, ao mesmo tempo confirma a informação veiculada que tem mantido conversações com diversos partidos com a seguinte frase, “Converso com pessoas de todos os partidos porque sou um homem livre, não tenho ‘rabo preso’ com ninguém e, até por força de minha profissão, tenho a obrigação de estar bem informado”, frase que por si só já confirma o trecho da matéria em que o repórter afirma que Agnelo tem conversado com diversos partidos.

Seguindo adiante, podemos extrair outra frase que mais uma vez valida a matéria, senão vejamos: “Sobre uma eventual mudança de partido ou mesmo definição de candidaturas, solicito apenas que seja concedida a minha pessoa o mesmo tratamento adotado em relação aos outros candidatáveis. Estamos todos sob a tutela das Leis Eleitorais, que estabelecem um calendário próprio para esse tipo de definição. Antecipo apenas que, como em tudo o que faço, meus atos serão transparentes e de conhecimento público.”, por tanto, fica claro que Agnelo é pré-candidato e que também cogita uma eventual mudança de partido.

Leia também:  Esquadrilha da fumaça surpreende público com show aéreo em Rondonópolis

Mais adiante em outro trecho do seu e-mail, Agnelo, confirma informação divulgada por nosso repórter que ele manterá um encontro com o Presidente Nacional do PT, veja o trecho “Ainda não há nada definido quanto a esse encontro, mas ele não é secreto e será divulgado assim que houver uma confirmação por parte do próprio PT – que sugeriu o diálogo.”, anotou o apresentador.

Sem querer contrapor ou muito menos colocar em xeque as afirmações de Agnelo, podemos ainda constatar que o e-mail enviado, só corrobora a matéria, inclusive no trecho em que é descrito nela um encontro entre o prefeito, José Carlos do Pátio e o deputado federal, Roberto Dorner (PP), dono da TV Rondon, emissora em que Agnelo trabalha.

Mas sempre em nome da verdade, como deve ser no jornalismo, a direção do site, sente que houve realmente uma falha na reportagem, quando não procurou as partes envolvidas, mas, diante de tantos fatos coincidentes e reiterados através do e-mail do digno apresentador, cabe-nos agora o dilema da dúvida, será que as fontes estavam erradas?

Para encerrar, é com um pedido de desculpas, aos internautas, ao companheiro de profissão, Agnelo Corbelino e aos seus telespectadores, que a direção do site reconhece o erro de não tê-lo ouvido ou ao deputado Roberto Dorner, nossas sinceras desculpas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.