Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MTO clima esquentou durante a apresentação da proposta do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), para os servidores da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (CODER), na manhã desta quarta-feira (03/08), no pátio da empresa. O vereador Reginaldo Santos (PPS) e o presidente da Coder, Darci Lovato, se estranharam durante a apresentação do projeto.

O vereador Reginaldo cobrou atitude do presidente da Coder para implantar o PCCS. “Darci é preciso implantar logo o projeto e deixar de enrolar os servidores. O senhor é quem decide e precisa tomar alguma atitude”, cobrou o parlamentar, o que resultou no início da discussão.

Em defesa, o presidente da Coder justificou que não está enganando ninguém e deseja que o PCCS seja implantado, mas é necessário cautela. “Não podemos atropelar o processo e assinar o projeto, pois amanhã eu não estarei mais a frente da Coder, o vereador Reginaldo tomará conta de sua campanha e quem vai sofre com um PCCS mal planejado serão os servidores, pois alterá-lo será mais difícil do que a implantação”.

Leia também:  Caravana da Transformação deve realizar 10 mil consultas em Rondonópolis

O projeto do PCCS foi desenvolvido pela Fundação de Apoio ao Ensino e ao desenvolvimento Tecnológico de Mato Grosso (Fundetec), e deveria ser implantado até dia 01 de agosto.

A apresentação do projeto ainda está em discussão.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.