Foto: Ronaldo Teixeira / AGOARA MT

A construção do Centro de Eventos de Rondonópolis por meio de Parceria Público Privada (PPP) foi alvo de reunião entre empresários da Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis (Acir) com o deputado federal Wellington Fagundes (PR), secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), Pedro Nadaf, o superintendente do Sebrae, José Guilheme  Barbosa Ribeiro. Eles apresentaram a forma de gestão do Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá.

Nadaf disse que 90% dos custos de construção do local foi financiado com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), tendo o Banco da Amazônia (Basa) como agente financeiro da operação. O projeto foi financiado por um período de dez anos.

Leia também:  Dia "D" para atualização de caderneta de vacinação é realizado neste sábado em Rondonópolis

“O Sebrae é dono do Centro de Eventos, foram cinco, seis anos só empatando os custos até entrar em uma situação de equilíbrio financeiro”,. Explicou Nadaf.

O deputado federal Wellington Fagundes (PR) disse que durante reunião hoje o governador Silval Barbosa garantiu recursos do Prodetur para a construção do espaço. Fagundes, inclusive, foi o articulador do encontro na Acir para que os empresários locais pudessem conhecer o modelo de Centro de Eventos, em Cuiabá. “Não é só construir, precisa se discutir o modelo de gestão desde a concepção do projeto”.

O superintendente do Sebrae, José Guilherme Barbosa Ribeiro, comentou as experiências do Centro de Eventos do Pantanal e orientou que os empresários buscassem outros modelos de centros de evento para avaliar o que seria melhor para a realidade local. “Vocês tem que transformação informação em conhecimento e ver o que vocês esperam para a cidade”.

Leia também:  Peixes aparecem mortos no Ribeirão Arareau e mau cheiro intriga moradores

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.