foto da internet

O comércio de Mato Grosso já começou a se preparar atender a demanda do Dia dos Pais. As vendas na data, que é sempre comemorada no segundo domingo de agosto, devem aumentar cerca de 10% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Entre roupas, calçados e produtos tecnológicos, os consumidores terão opção para escolher presentes dos mais variados preços.

O vice-presidente da Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio-MT), Roberto Peron, afirma que o Dia dos Pais deste ano não será de lembrancinhas. Ele explica que o aumento de renda da população deve influenciar neste desempenho. “Os presentes terão maior valor agregado”. Segundo Peron, a data é considerada a quarta melhor de vendas pelo comércio.

Leia também:  Pátio relembra Alberto e diz que ex-prefeito foi corajoso

Em Cuiabá, a estimativa de aumento de vendas também não é diferente. De acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Paulo Gasparotto, o crescimento será de 4% acima do índice de inflação do ano que foi de 6%. Ele ressalta que o ticket médio dos presentes deverá superar os R$ 70 obtidos no ano passado. “Apareceram novos produtos no mercado, principalmente para o segmento tecnológico.

Gasparotto afirma que os lojistas já prepararam o estoque para receber a clientela. Sobre os consumidores, ele aponta que todas as classes são participativas, mas as classes C e D se destacam no aumento das vendas. “Porque há vários tipos de produtos e preços não há motivo para esquecer de presentear os pais”.

Leia também:  Maior presídio de MT registra cerca de 60 presos com tuberculose isolados para tratamento
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.