O clima ficou quente durante o início do governo itinerante em Rondonópolis, realizado na sexta-feira (19/08), acontece que durante a cerimonia de abertura do governo, um telefonema chamou a atenção de parte dos presentes, não por causa do toque do telefone celular, mas, pela discussão travada entre um deputado que estava no evento e por quem estava do “outro” lado da linha, que seria um membro do segundo escalão do governo Silval.

O bate-boca que se seguiu via telefone, ao que parece aconteceu devido ao que o deputado chamava de ameaças e diante do que ouvia, o parlamentar prometeu levar o caso a policia, demonstrando não ter medo das consequências.

Para quem presenciou o fato, ficou a impressão de que o deputado estava de alguma forma sendo pressionado por seu interlocutor e por isso teria sido enfático na conversa.

Leia também:  Ministro nega pedido de habeas corpus para ex-comandante da PM
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.