Foto: assessoria

O 5º Fórum Regional de Desenvolvimento Tríplice Fronteira realizado neste fim de semana em Alto Taquari reuniu representantes de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás para discutir a federalização e o asfaltamento das rodovias MT-100 e MT-110.

O deputado federal Wellington Fagundes é autor dos dois projetos que pretendem tornar de responsabilidade da União a pavimentação e conservação das rodovias. Os projetos de Lei já foram aprovados na Câmara e agora estão sendo analisados pela Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado.

“Temos municípios com grande potencial de desenvolvimento, uma região de ligação entre três Estados que dependem da logística de transportes para escoar a produção”, ressaltou Mauricio Joel de Sá, prefeito de Alto Taquari. O vice-prefeito de Chapadão do Sul/MS, Alirio José Bacca, disse que com a realização do Fórum os políticos viram a pujança da região e que a federalização das rodovias será um grande avanço, especialmente para as famílias que dependem a agricultura.

Leia também:  Aumentam em 30 % os casos de roubos e furtos de animais na área rural

O Estado de Goiás foi representado pelo superintendente de Indústria Comércio de Mineiros, Ailson Rezende. Ele destacou a união das forças políticas pela valorização da região que é altamente produtiva.

O projeto da MT-100, abrange um trecho de 595,3 km, entre as cidades de Alto Taquari e Cocalinho, ligando o alto e o baixo Araguaia, integrando as ferrovias Ferronorte e Norte Sul. Na MT-110 são 174 km, entre o município de Novo São Joaquim e o entroncamento da BR-364.

O senador de Mato Grosso, Pedro Taques também participou do Fórum e declarou apoio juntamente com o deputado Wellington, coordenador da bancada federal, para aprovação do projeto de Lei da federalização no Senado. Assim como afirmou o deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho, que está junto na luta pela construção das rodovias.

Leia também:  Concurso público da Seduc divulga resultado nesta segunda

Como alternativa para o projeto da federalização, o deputado federal Wellington Fagundes sugeriu que a pavimentação das rodovias seja feita através da Participação Publico Privado (PPP), opção para usar recursos do poder público e da iniciativa privada em benefício de toda região.

Terminado o Fórum será elaborado um documento mostrando a importância da construção das rodovias para o Estado e posteriormente vai ser encaminhado ao governador Silval Barbosa e também aos integrantes da bancada federal de Mato Grosso.

Também participaram do 5º Fórum o secretário de Estado de Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, o secretário adjunto de Transporte e Pavimentação Urbana, José Marcio Guedes, prefeitos de municípios vizinhos e representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Leia também:  Mais de 12 mil motoristas ficaram parados na BR-163 por falta de combustível
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.