Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo no jornal Folha de S. Paulo, depois de três dias de quimioterapia, um dos temores da família de Reynaldo Gianecchini parecia afastado na última quarta-feira (24): o de que seu organismo não se adaptasse bem aos medicamentos. O medo era porque o ator teve fortes reações alérgicas quando ingeriu antibióticos recentemente.

Gianecchini se recuperava bem também de uma intervenção a que foi submetido depois de ter uma veia perfurada na instalação de um cateter, na última semana. Além de ser transferido para a UTI, como noticiado, ele teve que retirar coágulos de sangue que se abrigaram entre as pleuras que envolvem o pulmão e que poderiam virar um grave foco de infecção.

Leia também:  Rico e Lázaro | Lia corre risco de vida durante complicações no parto

No dia 10 de agosto, Gianecchini foi diagnosticado com um linfoma Não-Hodgkin. “Estou pronto para a luta e conto com o carinho e o amor de todos vocês”, afirmou Gianecchini, em nota enviada pela Rede Globo na ocasião.

O ator, de 38 anos, passou por uma cirurgia de hérnia ingual há cerca de um mês e sofreu duas reações, uma infecciosa e uma alérgica. De acordo com a assessoria de imprensa do artista, ele deu entrada na unidade hospitalar no dia 1º de agosto devido a uma faringite crônica e foi tratado com antibióticos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.