Audiência pela procuradora geral substituta Marcela Monteiro Dória. Foto da assessoria

Após 8 dias de greve os enfermeiros e técnicos de enfermagem encerraram a  greve nesta terça-feira (30/08), o Ministério Público do Trabalho, intermédio a quarta audiência. A procuradora geral substituta Marcela Monteiro Dória incentivou ao diálogo que durou 5 horas de intenso debate com diversos intervalos para avaliação de contra-propostas pelos sindicatos patronal e dos trabalhadores.

Os representantes dos maiores hospitais participaram da audiência o que facilitou cada avaliação. Ao final os dois lados cederam e o acordo, devendo ser ratificado em assembléia a ser convocada pelo sindicato patronal, nos seguintes termos:

Para os trabalhadores em estabelecimentos de saúde nas áreas administrativa e geral, representados pelo SESSAMT ficou acordado um reajuste de 7% linear- alcançando toda a categoria, piso salarial mínimo de R$ 600,00 e cesta básica de R$ 100,00. Quanto ao SINPEN o valor do piso salarial dos técnicos de enfermagem foi elevado para R$ 780,00 – reajuste de 8% para quem percebe o piso e 5% para os que ganham acima do piso e cesta básica de R$100,00.

Leia também:  MT está na 4ª posição em atendimentos no País

Para o presidente do SINDESSMAT, José Ricardo de Melo prevaleceu o bom censo. “Os hospitais vão enfrentar muita dificuldade de agora em diante, pois concordamos com propostas acima do limite máximo de capacidade econômica dos hospitais, mas vamos cumprir fielmente o acordo” assegurou José Ricardo.

Os trabalhadores aguardaram o resultado das negociações em frente ao prédio do MPT e comemoram o acordo. Todos retornam ao trabalho a partir das 7h da manhã dessa quarta-feira (31/08).

Advertisements
COMPARTILHAR
Artigo anteriorBolo de caneca
Próximo artigoMelhores Momentos UFC RIO

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.