Militantes e alguns dirigentes do Partido Popular Socialista (PPS), tem reclamado da dificuldade em conseguir novas filiações para disputar uma vaga na Câmara Municipal de Rondonópolis nas eleições de 2012, segundo um dirigente do partido a dificuldade seria por conta dos empecilhos que o único vereador do partido, Reginaldo Souza Santos estaria criando.

O vereador segundo o dirigente que pediu para não ser identificado tem criticado os novos nomes apresentados para disputar uma vaga no legislativo, um dos que vem sofrendo criticas do vereador e o ex-secretário de Saúde do município e suplente de vereador Fábio Cardozo, que apesar de ter sido secretário na gestão Percival Muniz (PPS), durante sua passagem pelo PR atacava sistematicamente o ex-patrão e por isso estaria sofrendo resistência o seu nome do grupo do vereador.

Leia também:  Júlio pode disputar em 2018

Ainda segundo informações, outros nomes que trabalharam na gestão Percival e Sachetti e que agora estariam voltando para o PPS vem sofrendo o mesmo problema.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.