Foto Varlei Cordova / Agora MT

Posto de Saúde Familiar (PSF) do bairro Cidade Alta amanheceu trancado nesta sexta-feira (19/08), os moradores impediram o atendimento na unidade para evitar que quatro funcionárias sejam transferidas.

O presidente do bairro, José Fernandes Santana, argumentou que as servidoras trabalham há muitos anos no PSF e os moradores não gostariam que a equipe fosse remanejada de forma arbitrária e também que a transferência das servidoras seria resultado de perseguição proveniente de um desentendimento interno.

A coordenadora do Departamento de Atenção a Saúde, Simone Rezende, explicou aos moradores, na Secretaria de Saúde, que as transferências têm como objetivo melhorias na produtividade da equipe técnica que está abaixo do esperado.

“Todos os meses fazemos um acompanhamento do desempenho dos PSFs e observamos que no bairro em questão, as funcionárias estão acomodadas, acreditamos que com a mudança as servidoras tenham mais animo e realizem as atividades conforme o esperado. E consequentemente a comunidade também será beneficiada, pois alguns projetos passarão a ser realizados”, declarou Simone.

Após a reunião os moradores decidiram reabrir o PSF e a coordenadora se comprometeu em comparecer no bairro, na próxima quinta-feira (25/08) e apresentar os resultados a comunidade.

Advertisements
COMPARTILHAR

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.