Foto: arquivo / AGORA MTA Rodovia 364, que liga Cuiabá à Rondonópolis (212 km ao Sul) não será interditada nos próximos dias pelo Movimento dos Sem Terra (MST). Integrantes do movimento e associações independentes, como a Flor da Terra, bloquearam nesta quarta-feira (10) pela manhã um trecho da rodovia, no quilômetro 343, na Serra de São Vicente em Santo Antônio do Leverger (34 km ao sul da Capital), alegando que o Incra possui terras vazias no município, que servem para o assentamento das famílias. Eles bloqueariam novamente a rodovia a partir das 13h, mas resolveram esperar até sexta-feira (12).

Conforme Jairo Alves de Aguiar, 47, integrante da associação Flor da Terra, o superintendente-adjunto do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Salvador Soltério de Almeida, esteve no local e ouviu as reivindicações das famílias, que pedem pelos lotes localizados no Portal da Glória (próximo ao Agrovila, em Santo Antônio do Leverger). O MST deu um prazo até sexta-feira (12) para que as propostas sejam cumpridas pelo Incra, ou que outra alternativa seja anunciada. Caso não haja solução, o movimento pretende interditar novamente a rodovia, no mesmo trecho e horário, a partir das 5h, quilômetro 343, na próxima segunda-feira (15).

Leia também:  Caminhoneiros cogitam bloquear no dia 1° as rodovias federais 163, 070 e 364
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.