Uma articulação do deputado estadual Sebastião Machado Rezende (PR) e do suplente de deputado federal Vitório Galli (PMDB), deve fortalecer o Partido Social Cristão (PSC) em Mato Grosso, que deve passar a ser “controlado” por membros da Igreja Assembléia de Deus.

Nos bastidores políticos em Cuiabá, já se fala inclusive, em um grande ato de filiação. Em Rondonópolis as mudanças no PSC podem ter como efeito colateral, a queda do atual presidente da sigla na cidade, o ex-vereador, Alcimar Borges, que inclusive vinha se auto-proclamando candidato a prefeito pelo partido.

Caso se confirme a queda de Alcimar, o novo presidente do PSC rondonopolitano deve passar a ser pelo pastor, Ildo Rodrigues. O pastor tem ligações estreitas com o deputado Sebastião Resende e com o empresário Nélis Farias, que tem forçado seu ingresso no mundo político.

Leia também:  Vendaval também atinge estádio Luthero Lopes
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.