Foto: assessoria

“As obras tem que ser retomadas o quanto antes para que o local seja mais um ponto de visita para os turistas, principalmente com a chegada da Copa do Mundo de 2014”, destacou o deputado estadual, Nininho.

A riqueza cultural presente naa história de vida do patrono das Comunicações no Brasil, Marechal Cândido Rondon, nascido no distrito de Mimoso, no Pantanal Mato-grossense, motivou o deputado estadual, Ondanir Bortolini –o Nininho (PR-MT) a cobrar que o Governo do Estado de Mato Grosso retome as obras de construção do Memorial de Rondon, no município de Santo Antônio do Leverger.

É um museu temático, cujas obras foram iniciadas no ano de 2000 e permanecem inacabadas há onde anos, na Baía de Chacororé, em frente a vila de Mimoso, no município de Santo Antônio do Leverger. O parlamentar quer a conclusão do museu até a Copa de 2014.

Leia também:  CRAS realizará atividades em comemoração ao Dia do Idoso

Com esse intuito, Nininho apresentou um requerimento na Assembleia Legislativa solicitando informações para os secretários estaduais de Administração e Cultura, respectivamente, César Zilio e João Malheiros, em que busca informações sobre o valor empregado pelos governos Federal e Estadual até o momento naquela obra e quanto ainda será necessário para sua conclusão. Pede ainda o nome das empreiteiras responsáveis pela construção do espaço e os motivos da paralisação.

“O Museu Temático de Marechal Rondon será um acervo desse grande homem que faz parte da história do Estado. As obras tem que ser retomadas o quanto antes para que o local seja mais um ponto de visita para os turistas, principalmente com achegada da Copa do Mundo de 2014”, destacou o legislador.

Leia também:  Prefeitura lança obras de esgoto em seis bairros de Rondonópolis

A rodovia estadual que dá acesso a Mimoso em Santo Antônio do Leverger, a MT-040 está parcialmente pavimentada, sendo que o governador Silval Barbosa já confirmou o início do processo de licitação para asfaltar o restante do trecho que liga Cuiabá a Rondonópolis.

A rodovia alternativa entre os dois municípios passa por Santo Antônio do Leverger e, com isso, será um convite aos viajantes para conhecer um pouco mais da história do patrono das Comunicações no país.

O projeto do museu contempla uma estrutura oval, com passarela e perfis de aço, com 60 metros de diâmetro. No período de chuva no Pantanal, o museu fica suspenso sobre a lâmina d’água da Baía. “O projeto é muito bonito e importante culturalmente, para ficar esquecido”, frisou o deputado Nininho.

Leia também:  Em jantar dançante, Marinho & Seus Beat Boys comemoram 50 anos de história
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.