Cigarro apreendido estava escondido em residência. (Foto: Reprodução/TVCA Sinop)

A Polícia Federal em Mato Grosso instaurou inquérito e investiga uma suspeita de crime de contrabando de mercadoria, flagrado na tarde desta segunda-feira (08/08) no Norte do Estado. O caso veio à tona após uma ação da Polícia Militar entre as cidades de Santa Carmem e Sinop que resultou na apreensão de pouco mais de 7,5 mil maços de cigarros em uma residência no bairro Jardim Jacarandás, no segundo município. Cinco pessoas foram encaminhadas para a delegacia da PF em Sinop, mas somente três permanecem presas, conforme informou a PF, no Presídio Osvaldo Florentino Leite Ferreira, o “Ferrugem”.

Na casa, policiais militares encontraram 150 caixas fechadas com cigarros. Cada um possuia 50 maços. Outros 102 maços avulsos também foram apreendidos, além de pouco mais de R$ 1 mil em dinheiro. O capitão da Polícia Militar em Sinop, Jorge Almeida, explicou que um suposto comprador da mercadoria denunciou o caso à Polícia ainda em Santa Carmem.

Leia também:  Homem morre atropelado na saída para Cuiabá

No município, militares identificaram um veículo que estava sendo usado para comércio do cigarro. A caminhonete, na qual estavam dois homens, foi seguida até Sinop, onde a PM deteve mais três suspeitos. “Eles informaram que buscaram o produto no Paraguai e que estavam vendendo entre Sinop e Santa Carmem. O cliente variava”, declarou Almeida.

Nas caixas, uma etiqueta mostrava que o produto não é brasileiro e que teria entrado no país de forma irregular. Conforme explicou o delegado da Polícia Federal em Sinop, Paulo de Mello, a mercadoria será periciada. O produto será encaminhado para Cuiabá e ficará à disposição da Receita Federal. “O material precisa ser encaminhado para Cuiabá, onde a Receita Federal emitirá a informação técnica para sabermos se é importado”, salientou.

Leia também:  Inscrições para curso gratuito preparatório para o Enem são prorrogadas em MT

Os envolvidos foram autuados em flagrante pelo crime de contrabando ou descaminho, previsto no artigo 334 do Código Penal. A pena varia entre três a oito anos de reclusão, além de multa.

Mais cigarro

Em Mato Grosso, a última apreensão de produto paraguaio ocorreu em Rondonópolis. Em novembro, 79 caixas de cigarros eram transportados por um homem na cidade. O motorista já havia sido preso anteriormente quando conduzia uma carreta com 395 caixas de cigarro e produtos eletrônicos contrabandeados.

Com a suspeita, policiais rodoviários federais resolveram revistar o caminhão dirigido pelo homem. Os cigarros foram encontrados debaixo da carga. Na época, o acusado confessou que receberia R$ 3 mil para transporta o produto foi carregado em Novo Mundo (MS) e seria entregue em Cuiabá (MT).

Leia também:  Dois jovens são mortos a tiro em estrada vicinal no MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.