(foto: José Arimatéia Oliveira) SÓ NOTÍCIAS

A Polícia Civil de Mato Grosso designou dois delegados que serão responsáveis por investigar o assassinato do prefeito Antônio Luiz Cesar de Castro, 44 anos, de Nova Canaã do Norte, distante 696 quilômetros de Cuiabá. O crime foi cometido na noite de sexta-feira (5) em um clube onde era realizada uma prova de laço. O prefeito foi atingido por sete tiros.

Os delegados Sérgio Ribeiro Araújo e Carlos Eduardo Munis dos Santos devem conduzir as investigações do caso. Algumas testemunhas já foram ouvidas pela Polícia Civil. Os delegados Rogério Malacarne da Costa e o delegado regional de Alta Floresta, Josué de Jesus, realizaram, ainda na sexta-feira, os primeiros levantamentos sobre o crime. Nenhum suspeito de ter cometido o assassinato foi preso até o momento.

Leia também:  Delação de Silval coloca Polícia Federal na casa de delatados

Neste sábado (6), a diretoria da Polícil Civil confirmou que pelo menos dois homens podem ter participado do assassinato. Eles teriam abordado o prefeito de Nova Canaã do Norte, confirmado a identidade do político e atirado com uma pistola calibre 380.

Os tiros atingiram a região do tórax e costas de Antônio Luiz de Castro. De acordo com o delegado Rogério Malacarne, foram ouvidas duas testemunhas e a esposa do prefeito. Pelo menos outras quatro testemunhas deverão prestar depoimento neste sábado.

O corpo do prefeito está sendo velado no ginásio de esportes de Nova Canaã do Norte. Centenas de pessoas acompanham o velório, entre amigos, familiares, além de políticos. O sepultamento deve ocorrer neste domingo (7).

Leia também:  Família é assaltada na calçada de casa por homens armados

O vice-prefeito Vicente Garotto de Medeiros (PMDB) vai assumir o cargo e será decretado luto de três dias.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.