Arquivo Agora MT

A Sociedade Beneficente São Camilo assume a administração do Hospital Regional Irmã Elza Giovanella nesta segunda-feira (01/08) e passa a atender a comunidade de Rondonópolis e região. O HR agora passa a ser mais uma instituição de saúde pertencente à rede camiliana.

Por meio de contrato com o Estado, a São Camilo a partir de agora, terá cinco anos para dirigir o Hospital que terá uma diretoria composta por administradores hospitalares, médicos e enfermeiros designados a implantar o modelo da entidade de se trabalhar. Toda a parte de recontratações de colaboradores e prestadores de serviços entra em fase de conclusão.

Durante os meses de junho e julho, profissionais da São Camilo, entre administradores de várias áreas de atuação, enfermeiros, contadores e profissionais de saúde realizam o diagnóstico da instituição para verificar a dinâmica de funcionamento e a rotina dos setores do Hospital.

Leia também:  CDL Rondonópolis realiza sorteio dos prêmios do Liquidaqui 2017

Atualmente 49 hospitais em todo o Brasil estão sob gestão da São Camilo. O número cresceu em pelo menos 30% nos últimos 24 meses, quando instituições solicitaram gestão à São Camilo que ainda administra clínicas, planos de saúde, faculdades, centros educacionais infantil e para a juventude, abrigos e albergues.

O diretor geral da SBSC, Domingos Sávio Alves de Faria, acredita que o trabalho transparente e o profissionalismo da entidade é que faz com que hospitais que encontram dificuldades em manter a prestação de serviços em saúde com qualidade, solicitem gestão administrativa à entidades como a São Camilo.

“A situação é semelhante em muitos outros lugares que estamos presentes. A dificuldade em manter serviços em saúde se torna hoje um problema nacional e é preciso mais do que competência, bom senso e responsabilidades, mas experiência para saber aplicar recursos e gerir instituições tão desafiadoras como hospitais são”, afirma Domingos Sávio.

Leia também:  Incêndio na Biblioteca Municipal de Rondonópolis

Nos hospitais em que a entidade administra, mais de 70% dos atendimentos são destinados ao Sistema Único de Saúde, SUS, esta é uma condição da mantenedora. Desta forma, todo o resultado obtido em cada hospital é reinvestido nele mesmo, seja em obras, aquisição de equipamentos ou melhorias.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.