Ike Klaumann acelera para a vitória na segunda etapa do Sertões (Foto: Marcelo Maragni / Fotocom.net)
Ike Klaumann acelera para a vitória na segunda etapa do Sertões (Foto: Marcelo Maragni / Fotocom.net)

Por apenas três segundos, a liderança do Rally dos Sertões não mudou de mãos nesta quinta-feira. Depois de 4h14min16s, o catarinense Ike Klaumann venceu a etapa goiana de Pirenópolis a Parangatu e colou no líder Felipe Zanol, segundo colocado na etapa. Entre os carros, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad aumentaram a vantagem na ponta ao completarem o percurso de 292 km da Especial (trecho cronometrado) em 4h04min34s.

Ike largou da sexta posição e chegou a ultrapassar dois adversários durante a prova. Entre eles, o mais rápido do primeiro dia, Dário de Souza, que perdeu a liderança após ser punido. O catarinense, de 24 anos, participa do Sertões com o pai, Sérgio, e com o irmão, Guto, que também é seu adversário nas motos e que chegou em nono nesta quinta-feira.

Leia também:  União volta a jogar sábado pelo Sub-19

– Foi bem difícil e a navegação foi fundamental. Levei dois sustos grandes, mas consegui andar bem, olhando sempre pra frente e tirando a mão em alguns momentos. É muito bom estar com meu pai e meu irmão e vamos ver se conseguimos manter esse desempenho em equipe – disse Ike.

Nos carros, os então vice-líderes Paulo Nobre, o Palmeirinha, e Filipe Palmeiro tiveram um problema no fim do percurso e caíram para 12º no geral, facilitando a vida dos atuais campeões do Sertões, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad.

– Batemos com o carro em uma pedra quase no fim do percurso e a roda foi arrancada na hora. Trocamos o pneu, mas o disco quebrou logo em seguida. Ficamos quase meia hora parados. Ainda faltam oito dias de prova, e agora temos que recuperar o tempo perdido – disse o português Filipe Palmeiro.

Leia também:  Circuito de Tênis têm inscrições abertas para torneio em Cuiabá

Quem também levou um susto nesta quinta-feira foi o holandês Willen van Hees e sua esposa Doris van Hees, que capotaram com o carro. Segundo a organização do evento, os dois foram resgatados de helicóptero, e Doris teve uma fratura exposta em dois dedos da mão direita. Ela fez uma limpeza cirúrgica na região e passa bem.

De Porangatu, o Rally dos Sertões sai do estado de Goiás e vai para Tocantins para mais três etapas: Gurupi, Porto Nacional e Lizarda. Em seguida, passa pelo Maranhão – Barra do Corda e Balsas – e por Teresina (PI), até a chegada no Ceará.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.