Foto Varlei Cordova / Agora MT

Associação de Deficiente Físicos de Rondonópolis (ADEFIR) celebra mais uma vitória, com a assinatura de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) envolvendo o Departamento Estadual de Transito do Estado de Mato Grosso (DETRAN) e a Promotoria de Justiça, que prevê adequação do 2º Ciretran e a implantação de junta médica para avaliar as pessoas com deficiência em Rondonópolis. O TAC foi assinado em 25 de agosto.

Deusdete Miranda, presidente da ADEFIR, disse que se cobra muito acessibilidade, mas as pessoas ainda tem dificuldade de acesso, com o acordo a Ciretran de Rondonópolis promoverá adequação com a implantação de rampas de acesso, mobiliário e de sinalização direcionados as pessoas com deficiência, bem como reserva de vaga no estacionamento.

Leia também:  Black Friday leva consumidores para as ruas de Rondonópolis nesta sexta

Para o presidente a maior conquista é a criação de uma Junta Médica na 2ª Ciretran, num prazo de 60 dias após a assinatura do TAC, que avaliará as pessoas com deficiência para obtenção de CNH, pois até então era necessário ir até Cuiabá para proceder com os exames e avaliar a adequação dos veículos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.