O vereador peemedebista, Adonias (PMDB), não se importou com a volta de Pátio ao município depois de 15 dias de afastamento e na entrega de 500 casas do residencial Dom Osório, expôs uma crise que já ronda a administração de Pátio há algum tempo, denúncias de venda casas e favorecimento na distribuição de terrenos apara famílias sem teto e em uma áspera discussão entre os envolvidos, Ananias, Adonias, Pátio e um grupo de famílias, que acusavam o chefe do Departamento de Políticas Públicas de Habitação Odair José, de utilizar o cargo para distribuir sem critérios casas e terrenos. “Prefeito não vamos admitir esse tipo de coisa, o senhor terá que escolher, ou ele (Odair) ou eu”, disparou Adonias.

Leia também:  Municípios de Mato Grosso são destaque em pesquisa nacional

Logo em seguida durante os discursos que antecederam a entrega das chaves, o presidente da Câmara Municipal, Ananias Filho (PR), exigiu uma reunião entre o prefeito e a Câmara para o sábado (17/09). “Prefeito, a câmara tem sido sua parceira e não vamos admitir que este tipo de coisa continue acontecendo, queremos uma reunião amanhã com o senhor para resolver esse problema, que está acontecendo há um bom tempo no Departamento de Habitação da sua administração”, exigiu Ananias.

DAY AFTER

A reunião entre os vereadores e o prefeito, José Carlos do Pátio que está marcada para acontecer neste sábado não será no período da manhã, já que o prefeito está na zona rural visitando assentamentos e pequenos produtores.

Leia também:  Relator inicia leitura de parecer sobre denúncia contra Temer após confusão

A reunião ainda não tem hora para acontecer, mas, deve com certeza, ser tensa e cheia de acusações já que Odair teria prometido atacar a Câmara Municipal, em especial, os vereadores, Adonias Fernandes e Ananias Filho.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.