Sidão ataca rápido pelo meio e deixa Conte a ver navios no Sul-Americano (Jefferson Bernades / Vipcomm)

Na hora decisiva, Sidão agarrou a oportunidade e mostrou que está à altura do posto de titular da seleção brasileira. Com 10 pontos na vitória sobre a Argentina no Sul-Americano, alguns deles de bloqueio em momentos cruciais do jogos, o central deixou boa impressão para o principal compromisso do ano, a Copa do Mundo, em novembro, no Japão.

Mesmo contente pela apresentação em uma partida decisiva diante de um ginásio lotado, o meio de rede sabe que não pode dar bobeira se quiser se manter no grupo.

– Não podemos nos acomodar nunca. Temos um grupo maravilhoso, com excelentes jogadores. Quem estiver melhor vai jogar. A disputa vai ser sempre forte, não posso amolecer.

Leia também:  Federação de Futsal promoveu 631 jogos entre 44 cidades de MT em 2018

Na breve folga que terá, Sidão ficará na torcida pela namorada Dani Lins, que viajou neste domingo para o Peru, onde disputa o Sul-Americano feminino. Quando ela voltar, o central é que estará no exterior, defendendo o Sesi no Mundial de Clubes, em Doha, no Qatar.

– Vou ter que assistir pela televisão. Tenho certeza que ela vai fazer um ótimo campeonato e aproveitar mais uma chance como fiz. E depois vai ficar na torcida de novo.

Sidão, Murilo, Rodrigão, Serginho e Wallace viajarão com o Sesi no próximo sábado. Os demais atletas se reapresentarão normalmente no Centro de Desenvolvimento de Saquarema, no dia 3 de outubro, para iniciarem a preparação para o Pan-Americano e para a Copa do Mundo.

Leia também:  Fifa divulga ranking atualizado das seleções

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.