Marcella durante a prova dos 50m costas, que terminou com o tempo de 32s22 (Foto: Wagner Carmo / COB)O primeiro dia de finais da natação das Olimpíadas Escolares 2011, para atletas de 12 a 14 anos, foi recheado de surpresas. Na piscina olímpica do Centro Integrado de Educação Física (CIEF), em João Pessoa (PB), quatro alunos estabeleceram novos recordes da modalidade: Andressa Cholodovskis Lima (MG), Marcella Sangado dos Santos (PA), Brandonn Pierry de Almeida (SP) e Clarissa Maria Rodrigues (PE) venceram suas disputas e estabeleceram novas marcas.

Especialista nos 200m livre, Andressa venceu a prova dos 100m com o tempo de 1min00s31, superando a antiga marca de 1min00s47. A atleta, do Colégio Pitágoras, de Minas Gerais, ainda voltou a subir no alto do pódio no revezamento 4x50m livre, e comemorou o feito.

Leia também:  Brasil começa a Copa enfrentando Suíça, Costa Rica e Sérvia

– Essa é minha segunda Olimpíada Escolar. Em Fortaleza fiquei em quarto lugar nos 100m. É uma felicidade muito grande ser campeã, uma recompensa depois de tanto treino – disse a jovem, que é descendente de lituanos.

A paraense Marcella Sangado dos Santos, da Escola Nossa Senhora de Nazaré, também bateu o recorde dos 50m costas. Com o tempo de 32s22, ela deixou para trás a marca anterior de 32s46. A jovem, que largou o nado sincronizado e passou a se dedicar só à natação, já espera repetir sua façanha no ano que vem.

– Eu estava colocada como quinto, mas fiquei em primeiro e ainda bati o recorde do campeonato. Ano que vem eu volto pra disputar as Olimpíadas Escolares e baterei o recorde novamente – garantiu a jovem, que usa uma touca toda colorida e que tem até nome: “Lara“.

Leia também:  União Esporte Clube perde na estreia da Copa São Paulo Futebol Júnior

Outras duas marcas do evento foram superadas na manhã deste domingo. Brandonn Pierry de Almeida venceu os 400m livre com 4min06s71, quebrando a marca de 4min15s06. O aluno, do Colégio Amorim (SP), teve o melhor índice técnico do dia com 837 pontos. Já Clarissa Maria Rodrigues, do Colégio Salesiano (PE), foi a campeã dos 100m borboleta com o tempo de 1min05s68, superando em quase dois segundos o antigo recorde. A atleta, de apenas 12 anos, tornou-se a mais jovem a conquistar uma medalha de ouro nas finais.

– Ano passado, em Fortaleza, eu fiquei em 14º lugar. Hoje, com 13 anos, fui vice-campeã. Era a mais nova do pódio. As outras meninas têm 14 anos. Acho que no que vem vou subir mais um degrauzinho – contou.

Leia também:  Cuiabá vence clássico e continua 100% no Estadual

Nas 12 finais disputadas, o estado de Minas Gerais foi o maior vencedor, com quatro vitórias. Paraná e São Paulo ficaram com três ouros cada, enquanto Pará e Pernambuco subiram no alto do pódio uma vez.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.