Foto Internet

A carne bovina teve aumento médio de 7% em açougues de Rondonópolis, no último mês. Os comerciantes alegam que a justificativa para a elevação do preço está na falta de animais para abate.

O dono de um açougue em Rondonópolis, Cassiano Cavalino, explicou que a falta de animais está na alta do consumo e pela estiagem ocorrida durante esses períodos de seca na região. “Os preços estão subindo e a tendência é que aumente ainda mais. Às vezes conseguimos manter o preço final para o consumidor, mas nem sempre é possível”, conta.

Cavalino comentou que outro ponto que também influi no aumento é a exportação. “Nessa época a procura de outros países é grande, então falta carne para suprir a demanda, o que faz com os preços aumente. Depois que passa a época de exportação o preço volta a reduzir”, fala.

Leia também:  Dia "D" para atualização de caderneta de vacinação é realizado neste sábado em Rondonópolis

Um quilo de coxão mole que custava R$ 12, agora passa a ser comercializado a R$ 13. A dona de casa, Maria do Rosário de Souza, explicou que parece pequeno o reajuste de R$1 no quilo da carne, mas que no fim do mês esse aumento pesa no bolso. “Em casa tenho tentado substituir a carne bovina pela de frango ou suína, que continuam sendo as opções mais baratas”, diz.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.