Patrick Makau vence a maratona de Berlin e bate recorde mundial (Foto: Reuters)

queniano Patrick Makau, de 26 anos, conseguiu dois grandes feitos na manhã deste domingo, na Alemanha: com um tempo de 2h03m38s, ele conquistou o bicampeonato da Maratona de Berlim e, de sobra, ainda quebrou o recorde mundial, que era do etíope Haile Gebrselassie (2h03m59s).

O Quênia completou o pódio. Stephen Chemlany chegou em segundo (2h07m55s) e Edwin Kimaiyo em terceiro (2h09m50s). A estimativa dos organizadores é de que cerda de 1 milhão de pessoas acompanharam a corrida nas ruas da cidade.

– Estou muito feliz, pois venci o Haile Gebrselassie. Ano passado tive problemas na prova aqui de Berlim, mas esse ano consegui completar bem – disse Makau.

Haile Gebrselassie, de 38 anos, chegou a sair da prova com problemas estomacais, mas voltou logo em seguida. Contudo, não suportou as dores e abandonou a corrida. Por isso, ele, que estava no batalhão de frente, perdeu a chance de tentar surpreender Makau, que venceu em 2010 com o tempo de 2h05m08s. Esse foi o oitavo recorde mundial quebrado na Maratona de Berlim. Foram cinco no masculino e três no feminino.

Leia também:  Mixto, Dom Bosco e Cacerense viram adversários diretos do União na Copa Federação

Florence Kiplagat vence no feminino

No feminino, outra vitória do Quênia. Florence Kiplagat também dominou toda a prova e completou a maratona com um tempo de 2h19m43s. Irina Mikitenko, da Alemanha, chegou em segundo com 2h22m18s. A britânica Paula Radcliffe, que voltou a correr uma maratona depois de ter o segundo filho, ficou em terceiro com 2h23m46s.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.