Exercícios aeróbicos intensos como a corrida são muito eficazes para quem quer perder peso. Essa prática virou moda e ela pode ser classificada em duas categorias: corrida de rua e na esteira. Para quem pensa que ambas têm o mesmo efeito, está bem enganado. Existem diferenças básicas entre as duas modalidades. Veja qual mais se encaixa no seu objetivo e comece a correr desde já.

De acordo com o personal trainer Alexandre Bró, a principal diferença é que quando corremos na rua precisamos deslocar nosso corpo para frente através da alavanca da nossa passada, enquanto na esteira, a alavanca de transferência é feita pelo movimento da própria esteira. Mas o que isso significa na prática? Por conta do esforço ser maior quando fazemos corrida de rua, acabamos fazendo a atividade com maior intensidade e, desta forma, gastamos mais calorias.

Porém, da mesma maneira que a corrida de rua exige maior esforço, ela também oferece mais impacto, ou seja, mais riscos de lesões à médio e longo prazo. Segundo Maurício Póvoa Barbosa, ortopedista e médico do esporte da Clínica Orthobone, as esteiras oferecem até 30% menos impacto que a corrida de rua por conta da tecnologia dos equipamentos. “Neste caso, uma boa solução para a rua é alternar o tipo de terreno para grama ou terra, medida que ajuda a diminuir o impacto”, afirma o personal trainer Alexandre Bró.

Leia também:  Diabetes: as novas táticas e tecnologias para o controle adequado

Outra diferença é que na esteira, há controle da intensidade do exercício, já que o equipamento mantem a velocidade programada e pode ser 100% plana, ou seja, sem aclive ou declive. Já na rua, o ritmo oscila de acordo com a inclinação das ruas e o cansaço do corredor.

Para iniciantes que ainda não têm o hábito de correr, a dica é começar aos poucos, independente de qual das modalidades escolher. “O mais importante para quem está começando é promover um aumento gradativo das distâncias e alternar corrida e caminhada”, diz Alexandre, que também recomenda treino de musculação para preparação do corredor. “Muitas vezes nosso pulmão e coração tem energia de sobra, mas nossas articulações, músculos e tendões não. Então, é importante promover um fortalecimento adequado para evitar lesões”, complementa.

Leia também:  Chocolate turbina seu cérebro e sua memória, diz estudo

Veja as principais diferenças entre corrida de rua e na esteira, de acordo com os especialistas, e escolha qual mais se encaixa no seu objetivo:

RUA

Há maior esforço para correr na rua, porque precisamos deslocar nosso corpo para frente através da alavanca da nossa passada, enquanto na esteira, a alavanca de transferência é feita pelo movimento da própria esteira;

Pode ser praticada em qualquer lugar, sem pagar nada;

O ritmo oscila de acordo com a inclinação das ruas e o cansaço do corredor;

A resistência do vento representa um esforço até 10% maior;

Há também uma maior motivação em correr entre paisagens dinâmicas;

A troca de calor do corpo com o ar fresco favorece a manutenção da hidratação corporal e da regulação térmica.
ESTEIRA

Leia também:  Dieta cetogênica: razão ou crença?

A tecnologia das esteiras é capaz de amortecer o impacto em torno de 10% do peso corporal e assim evitar lesões à médio e longo prazo, o que não acontece na corrida de rua;

O treino na esteira geralmente é mais monótono, porque é feito em locais fechados, mas há possibilidade de assistir TV, por exemplo, enquanto estiver correndo;

Nesse caso, a prática independe das condições do tempo (chuva, frio) já que é feita em ambiente fechado;

O ritmo é constante, ditado pela esteira;

O treinamento em esteira nos possibilita ter total controle do que está acontecendo durante o treino, como gasto calórico, frequência cardíaca, velocidade e inclinação. E um treino intervalado ou fartlek onde você corre 2 minutos forte e 2 fracos, por exemplo, você pode estar controlando a distância, sabendo exatamente que distância percorreu em cada intervalo, podendo assim verificar se está conseguindo manter o esforço proposto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.