Arquivo Agora MT

Em tom de desabafo o vereador Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB), usou a tribuna da Câmara Municipal, durante a sessão ordinária, para esclarecer o papel do vereador na busca por melhorias para o município. “Hoje em dia os vereadores são utilizados como instrumento pelos deputados federais, estaduais, senadores e pelo governador para pedir votos para eles no período de eleição. Não é fácil ser vereador, vamos atrás de melhorias para as comunidades, mas depois de eleitos a situação muda”, disparou o vereador.

O discurso do vereador aconteceu em alusão ao Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência. Na ocasião, as instituições como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Centro de Reabilitação Louis Braille, Associação Rondonopolitana de Deficientes Visuais (ARDV), Associação de Surdos de Rondonópolis (Assuroo) e Associação de Deficiente Físicos de Rondonópolis (Adefir), estavam presentes na sessão para que pudessem comemorar a data, além de reivindicar um aumento no quadro de servidores para a instituição.

Leia também:  Juiz Pós-doutor de Rondonópolis publica Livro de Direito Ambiental

 

“Eu estou com vergonha de não ter conseguido atender ao pedido da Apae, que busca melhorar seu quadro de servidores. Na gestão passada eles precisavam de uma fonoaudiológa, fomos atrás do prefeito [Adilton Sachetti] e ele acabou chamando, depois de muita luta, os aprovados no concurso público. Agora fui procurado novamente porque estão precisando de Assistente Social, então disse: pode ficar tranqüilo que vamos conseguir nesse governo, porém, até agora só tenho vergonha da instituição, pois não consegui os servidores para atender os pacientes”, desbafou o vereador.

Em seu discurso o promotor de Justiça de Defesa do Consumidor Ari Madeira Costa, se disse envergonhado por saber que o município cede servidores para a Justiça Federal e outras instituições que possuem orçamento próprio. “Vou trabalhar para melhorar essa situação”, afirmou o promotor.

Leia também:  Ofensa à ex-primeira-dama condena secretário de MT a pagar indenização
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.