Diretor do Detran, Carlos Nazario - Foto Varlei Cordova / Agora Mt

Cerca de seis motoristas de Rondonópolis tem sua Carteira Nacional de Habilitação suspensa por determinação Judicial. Segundo os dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) os principais motivos da suspensão são devido ao condutor estourar os 20 pontos da CNH ou porque cometeu um crime grave no trânsito.

O diretor do Detran de Rondonópolis, Carlos Antônio Nazário, explicou que muitos motoristas nem sabem que extrapolaram o teto de 20 pontos permitidos no período de 12 meses e que só descobrem quando vão fazer a revalidação da CNH. “Os condutores que excederem os pontos terão o documento suspenso por no mínimo um mês”, diz.

Carlos afirmou que se o condutor for pego por três vezes ultrapassando o sinal vermelho ele já perde os 20 pontos. “Essa é uma falta gravíssima que se surpreendido pelos agentes ou pela polícia já são menos sete pontos em cada vez que for pego, ou seja, três vezes ultrapassa a pontuação”, conta. De acordo com o diretor algumas pessoas preferem aguardar o término da punição, já outras procuram recorrer da decisão na justiça.

Leia também:  Imobiliárias formam o novo Núcleo Setorial do projeto Empreender

Segundo Carlos se o condutor que estiver com a CNH suspensa for pego dirigindo pode até dobrar a pena. “Agora se acontecer o pior como o motorista cometer um crime gravíssimo ele poderá perder a carteira definitivamente”, alega. Outro ponto lembrado pelo diretor é em relação aos motoristas que ainda tem somente a permissão. “É preciso ter atenção redobrada nesse caso, porque o condutor não pode cometer nenhuma infração ou perderá o direito de pegar a CNH definitiva”, fala.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.